quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Sem rancor, sem saudade e sem tristeza....

(...) Sem nenhum sentimento especial a não ser a
certeza de que, afinal, o tempo passou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário